A Mãe terra grita por Agroecologia, Da Mãe Terra Esperança e resistência.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Cultura Camponesa

Texto, Equipe de Formação da PJR-RS, roteiro mensal do mês de junho de 2008, para grupos.

            O que significa cultura? São os costumes, as relações que as pessoas estabelecem entre si, em determinado local, tempo histórico, variando também com o modo de vida e com a faixa etária que se encontra. É herdada de gerações em gerações, influenciando no modo de comer, vestir, falar, ser... Desde que nascemos somos condicionados a viver em uma determinada cultura. Quem mora no Nordeste tem um modo de vida diferente de quem mora no Sul do Brasil, por exemplo. Assim como quem mora na cidade vive diferentemente de quem mora no campo. Este tema é muito amplo, pois também no campo existem diversas maneiras de viver. Nós enquanto jovens camponeses, herdamos alguns costumes como o cuidado com a terra e a natureza, a roça como lugar de vida, o cultivo de sementes crioulas, a solidariedade e a partilha com o próximo, festas e integração com a comunidade como os filós, aniversários, encontros de famílias, festas juninas...Um grande problema que a juventude camponesa enfrenta hoje, é a perda de sua cultura. Estamos dentro de um sistema que impõe um modo de ser e viver, que mata os princípios e valores camponeses a fim de sustentar o capital. Faz o jovem perder sua origem camponesa, sendo muitas vezes ridicularizado  Um bom exemplo disto são as festas juninas. 
             Sua história foi distorcida, passando uma imagem do camponês como um ser atrasado e sem educação, através do famoso ”Casamento na Roça”. As festas juninas na verdade, surgiram com o objetivo de celebrar a colheita, principalmente do milho, onde todos se reuniam para colher em mutirão e depois faziam uma grande festa, agradecendo a ajuda da comunidade e os frutos do trabalho.na roça. Partes disto ainda eram divididas entre as famílias Fazendo um contra-ponto ao modelo capitalista que rouba nossa identidade, impondo uma cultura individualista e consumista, a PJR, juventude da roça organizada tem como um de seus princípios, resgatar a verdadeira cultura camponesa. Propiciando um lazer diferenciado, valorizando a música, as lendas, a dança, a poesia, leituras e conservando hábitos culturais de cada comunidade.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado por participar.